segunda-feira, 21 de julho de 2014

Deu na Imprensa

SEEC DESCONHECE LOCAL DE TRABALHO DE 550 SERVIDORES E PRETENDE DEMITI-LOS POR ABANDONO DE EMPREGO


A Secretaria Estadual de Educação e Cultura (Seec) poderá abrir processo para demitir 550 servidores por abandono de emprego em um prazo de oito dias. Isso porque a Seec desconhece o paradeiro desses funcionários, ou seja, não sabe se está trabalhando e em qual unidade da Educação. A maioria, não localizada pelo Censo da rede, é composta por professores que deveriam estar em sala de aula, segundo a secretária Betânia Ramalho. O gasto anual com salários e encargos sociais dos ‘fantasmas’ chegaria a quase R$ 3 milhões.

Os servidores foram listados em portaria conjunta da Seec e da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) publicada no Diário Oficial do RN da última quarta-feira, 16/07, e têm o prazo de oito dias, contados a partir da publicação do edital, para comprovarem o local de desempenho de suas atividades funcionais.  

“Os que não fizerem isso serão demitidos por abandono de emprego, conforme a lei. Precisam trazer declaração do diretor da unidade onde estão lotados e será feita uma investigação”, destacou a secretária. Atualmente, 250 servidores já estão em processo de demissão por abandono, de acordo com a gestora da Educação.

EDUCAÇÃO TEM MAIS DE MIL TEMPORÁRIOS

A Seec é a maior pasta do Estado, considerado o número de servidores: são 27 mil, no total. Destes, são 11 mil professores, somados efetivos e os temporários. A quantidade exata de professores com ‘paradeiro desconhecido’, entre os 550 servidores, não foi divulgada pela Seec.

Betânia afirma que, quando a atual gestão assumiu, em 2011, o controle de presença era feita manualmente, passado dessa forma para a folha de pagamento. “Essa foi uma das principais dificuldades. Não havia controle”, pontuou. Somente em 2012, com a implantação do Sagep (Sistema de Acompanhamento e Gerenciamento de Pessoal), o trabalho passou a ser digital.

Naquele ano, foi identificado problema de registro em 2.400 casos. O último censo, em maio deste ano, cruzou os dados do Sagep com os do Sistema Integrado de Gestão da Educação (Sigeduc), que também faz o controle dos recursos humanos dentro de cada escola, e começou a funcionar totalmente neste ano. “Dessa forma, a gente tem condições de acompanhar, emitir relatórios, disciplinar o percurso do profissional dentro da rede”, disse.

Nesse processo, os técnicos da Seec não encontraram 1.500 servidores na rede estadual. Os trabalhadores tiveram os nomes publicados em portaria com prazo de 30 dias para comparecerem às diretorias regionais. Após o trabalho realizado pelas Direds, 950 servidores comprovaram prestação de serviço, porém os 550 continuaram ‘desaparecidos’.

Confira lista dos servidores convocados a, no prazo de 8 dias, contados a partir da publicação do edital, comprovarem o local de desempenho de suas atividades funcionais. Clique aqui e acesse a lista.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Arraiá dos Arretados

ARRAIÁ DOS ARRETADOS SERÁ NO DIA 2 DE AGOSTO

Para o Sinte-RN e o Sindsaúde-RN, núcleos de São Gonçalo do Amarante, ainda é tempo de São João! Demorou, mas chegou! A gente não podia deixar de fazer o maior São João dos trabalhadores de São Gonçalo! Neste ano, nosso tradicional arraiá está em sua 5ª edição e acontecerá no dia 2 de agosto, mas nem por isso deixaremos de ter milho, comidas típicas e muito forró pé de serra.

Pode vir que a animação está garantida! Lembrando que cada sócio do Sinte e do Sindsaúde, núcleos de São Gonçalo do Amarante, têm direito a 3 senhas de entrada (uma sua e a de mais 2 acompanhantes). Essas senhas serão entregues apenas no local da festa e é necessário levar o contracheque para identificação dos sócios, que também receberão 3 senhas de churrasco e 1 senha de comida típica. As bebidas serão vendidas à preço de custo.

Não fique de fora e venha com seu traje típico. Chapéu de palha, camisa e vestido xadrez, trancinha no cabelo e bigodinho matuto!






Deu na Imprensa: InterTV em Extremoz

INTERTV CABUGI VOLTA À EXTREMOZ PARA CONFERIR SE HOUVE MELHORIA NAS ESCOLAS APÓS A GREVE


Nesta quarta-feira (16), a InterTV Cabugi, que havia feito uma reportagem sobre a greve e as condições das escolas de Extremoz no início do ano, transmitiu uma reportagem mostrando o que aconteceu com as escolas após.

A repórter visitou a Escola Municipal Luís Alves, onde a situação continua praticamente a mesma, com salas sem porta e sem teto, muito calor, banheiros interditados, vazamentos na cozinha, salas pequenas e falta de merenda.

Já na Escola Vera Lúcia Gonçalves, onde o maior problema era o calor enfrentado pelos alunos e o sol dentro das salas, a situação melhorou um pouco com a instalação de ar condicionados. Uma das entrevistadas chegou a relatar um caso de desmaio devido ao calor.

A reportagem reflete apenas que ainda há muito pelo que lutar na Educação de Extremoz e precisamos reconhecer que melhorias como a da Escola Vera Lúcia são conquistas da greve, da luta dos educadores pela melhoria da educação.

Confira a reportagem na íntegra clicando aqui.


Convocação para a Rede Estadual

35 PROFESSORES SÃO CONVOCADOS PARA ATUAR NA REDE ESTADUAL


Foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 9 de julho a convocação de 35 professores aprovados no concurso de 2011. Confira a lista com os nomes clicando aqui.

Fonte: Sinte-RN Estadual

Encontro Nacional de Educação

RN TERÁ PREPARAÇÃO REGIONAL PARA ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

Encontro será realizado entre 8 e 10 de agosto, no Rio de Janeiro


Do dia 8 ao dia 10 de agosto, a capital do Rio de Janeiro sediará o Encontro Nacional de Educação (ENE), espaço de debate e articulação das lutas em defesa da educação pública, gratuita, laica, socialmente referenciada e de qualidade.

O ENE é antecedido por encontros regionais ou estaduais preparatórios, que servem para sistematizar os acúmulos locais a serem debatidos no Encontro.

Aqui no Rio Grande do Norte, a preparação para o encontro acontecerá nesta sexta-feira, às 16h30, em Natal, na Rua Princesa Isabel, 749, Cidade Alta. O evento será gratuito. Na programação, haverá a palestra "Onde vai a educação pública brasileira - uma comparação entre Brasil e Bélgica", com o pesquisador Sebastien Antoine.

Os eixos que norteiam os encontros preparatórios são: privatização e mercantilização da Educação, financiamento da educação pública, precarização das atividades dos trabalhadores da Educação, avaliação meritocrática, democratização da Educação, acesso e permanência, Passe Livre e transporte público.

É importante a participação principalmente de todos aqueles que se interessam pela melhoria da educação pública. Participe, se organize e ajude a construir uma educação diferente para nossos filhos.

As inscrições para o Encontro Nacional de Educação, no Rio de Janeiro, já estão abertas. Para participar do encontro, basta clicar aqui e preencher o formulário. O valor da inscrição é de 30 reais por pessoa, sendo que militantes de movimentos populares pagarão 5 reais. Após preencher o formulário, o participante deve realizar depósito identificado na Conta Corrente: 26.826-7, da agência: 2883-5, do Banco do Brasil.

OUTRAS PREPARAÇÕES REGIONAIS PARA O ENE

No dia 9 de junho aconteceu o segundo encontro preparatório do Acre, em Rio Branco. Já entre os dias 10 e 12 aconteceu o encontro preparatório de Santa Catarina, em Florianópolis. O da Bahia foi nos dias 12 e 13 de junho, em Feira de Santana. No Espírito Santo, o encontro acontece em Vitória, também nesta sexta (18), assim como o do Ceará, que ocorre entre 18 e 20 de julho, em Fortaleza.

Em seguida, serão realizados os encontros de Pernambuco, dias 24 e 25 de julho, de Minas Gerais e Amapá, dia 25, do Amazonas nos dias 25 e 26, e do Rio de Janeiro e do Piauí em 26 de julho.

Confira o cartaz oficial do encontro:






Mulheres em Luta

MOVIMENTO MULHERES EM LUTA PROMOVE SEMINÁRIO DE 16 A 17 DE AGOSTO

Atividade debaterá próximas iniciativas da Campanha Nacional Contra a Violência e também elaborará e aprovará o estatuto do Movimento


O Movimento Mulheres em Luta (MML) promoverá de 16 a 17 de agosto um Seminário Nacional, em São Paulo, para debater as próximas iniciativas da Campanha Nacional Contra a Violência à Mulher e também elaborar e aprovar o estatuto do Movimento, um passo importante para a legalização jurídica do movimento.

No seminário haverá a participação da executiva nacional do MML, das executivas estaduais e entidades que constroem o MML. O Movimento Mulheres em Luta é um movimento nacional de Mulheres trabalhadoras filiado a CSP-Conlutas, que entende a luta contra o machismo como uma luta da classe trabalhadora.


No final de 2013, o MML realizou o I Encontro Nacional, que contou com a participação de mais de 2000 mulheres. Esse encontro debateu e organizou iniciativas de luta contra a opressão por todo o país.

*Com informações da CSP-Conlutas

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Luta dos municipalizados

SERVIDORES MUNICIPALIZADOS SE REÚNEM NA SECRETARIA ESTADUAL DE ADMINISTRAÇÃO PARA NEGOCIAR ISONOMIA SALARIAL

Para a Sesap, isonomia é impossível em 2014, mas Sindsaúde levou uma contraproposta de parcelamento por níveis. Sesap irá considerar


Na final da manhã desta quarta-feira (2), o Sindsaúde e os servidores municipalizados foram recebidos pelo secretário estadual de Administração, Antônio Albert Nóbrega, para discutir a isonomia salarial dos servidores da saúde do estado que foram cedidos aos municípios de Natal e também do interior e que estão sem reajuste desde 2010. A reunião, ocorrida na Secretaria Estadual de Administração e Recursos Humanos (Searh), contou também com a presença do secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Bessa.

O Sindsaúde levou para a mesa o impacto financeiro feito pela Sesap, que é de R$ 1.407.425,25, valor considerado baixo pelos presentes, mas que irá beneficiar 1.893 servidores. Mesmo assim, o secretário-adjunto de saúde se apressou em dizer que seria inviável conceder essa isonomia em 2014, já que o estado passa por sérios problemas financeiros. “A gente não está conseguindo nem pagar o 13º direito, imagine só”, foram as palavras de Marcelo Bessa. O secretário também disse que seria complicado estabelecer prazos para o ano que vem, já que isso não seria justo com o próximo governo.

Diante dessa afirmação, Rosália Fernandes, diretora do Sindsaúde-RN, argumentou que esse problema dos municipalizados foi criado em 2012, no governo Rosalba e que ele precisa ser corrigido ainda neste governo. “Desde o ano passado estamos pedindo para que essa situação seja resolvida. A gente entende que a situação do estado não está boa, mas a situação desses servidores está muito pior! Sem falar que é até inconstitucional que o estado pague salários-base diferentes aos seus servidores”, completou Rosália.

Desde 2010 os servidores municipalizados estão sem reajuste. Em 2012, houve reajuste apenas na GAE e Jornada Especial, gratificações que os municipalizados não recebem. Em 2013, essas gratificações começaram a ser incorporadas aos salários dos servidores, mas como os municipalizados não recebem essas gratificações, mais uma vez ficaram sem nada.

Uma das servidoras que participaram da reunião deu um depoimento sobre a sua situação: “Já tenho 34 anos de serviço público e mesmo assim meu salário atual é de R$ 790,00. Sou auxiliar de saúde no PSF de Nordelândia e só recebo a mais a gratificação do PSF, que não levarei para a minha aposentadoria. Não é justo que depois de tanto tempo de trabalho e dedicação eu receba um pouco mais de um salário mínimo”, desabafou a servidora.

Diante do impasse, o Sindsaúde propôs que o pagamento fosse feito de forma escalonada, por níveis, já que o mesmo foi feito com outras categorias. “O governo, inclusive, fez acordo com a polícia até 2016. O valor que estamos negociando aqui é baixo e vai melhorar a vida de muitos servidores”, defendeu Rosália.

Segundo a contraproposta do sindicato, o nível elementar seria pago em novembro de 2014 (já que nada poderá ser concedido até outubro, período de eleições), o nível médio em fevereiro de 2015 e o nível superior em março de 2015. Os secretários absorveram a proposta e ficaram de conversar com o secretário de saúde, Luiz Roberto Fonseca, e com a governadora. Embora os secretários não tenham marcado uma nova reunião com o Sindsaúde e os municipalizados, um novo encontro ficou sinalizado para acontecer possivelmente no dia 14 de julho.

Fonte: Sindsaúde-RN Estadual


Campanha às vítimas de Mãe Luíza

SINDSAÚDE-RN ESTADUAL PROMOVE CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE ÀS VÍTIMAS DA CHUVA EM MÃE LUÍZA

O Sindsaúde-RN estadual está recolhendo até o dia 11 de julho doações dos servidores para ajudar aos atingidos pelas chuvas em Mãe Luíza. Os itens mais urgentes são água potável, material de higiene pessoal e de limpeza, fraldas infantis e alimentos não perecíveis. O Sindsaúde-RN convoca todos os servidores a fortalecer essa corrente de solidariedade.

As doações podem ser feitas em horário comercial na sede do Sindsaúde-RN estadual, na Av. Rio Branco, 874, Cidade Alta (Natal). O sindicato também estará recolhendo doações durante o Arraiá da Saúde, que acontece neste sábado (5), das 19h às 23h, no SESI (Av. Capitão Mor Gouveia, Lagoa Nova). Todos os servidores sindicalizados da saúde de São Gonçalo do Amarante podem participar da festa e fazer suas doações (leia mais clicando aqui).


“Vamos mostrar a solidariedade dos trabalhadores e cobrar das autoridades o auxílio a estas famílias, garantindo a reconstrução de suas moradias e toda a assistência necessária. Os governos têm responsabilidade no que aconteceu.”, afirmou Manoel Egídio Jr, coordenador-geral em exercício do Sindsaúde.

Nesta semana, o Sindsaúde-RN produziu um vídeo mostrando a dura realidade vivida pelos moradores do bairro e também evidenciando o descaso da Prefeitura de Natal com as vítimas. Confira:



*Com informações do Sindsaúde Estadual

Arraiá da Saúde

ARRAIÁ DA SAÚDE ACONTECE NESTE SÁBADO (5) NO SESI, EM NATAL


O tradicional Arraiá da Saúde, promovido pelo Sindsaúde-RN estadual, será realizado neste sábado, 5 de julho, das 19h às 11h, no SESI (Serviço Social da Indústria), na Av. Capitão Mor Gouveia, 1286. Todos os servidores sindicalizados da saúde de São Gonçalo do Amarante podem participar.

A festa terá diversas atrações, comidas típicas e bebidas a preço de custo. A música fica por conta da banda Alvymar Farias e Karla Patrícia, com forró pé de serra e muita animação.

Cada associado tem direito a três senhas gratuitas, para a sua entrada e de mais dois convidados. Além da senha de entrada, cada pessoa receberá tickets para churrasco, comida (prato com bolos e doces) e salgados.

As senhas podem ser retiradas na sede do Sindsaúde-RN estadual (Av. Rio Branco, 874) até amanhã, sexta-feira (4). Mas atenção, devido ao jogo do Brasil, o sindicato fechará às 15h. É necessário levar o contracheque e um documento com foto. As senhas também serão entregues na entrada da festa e também é necessário apresentar contracheque e documento com foto.

Durante a festa, o Sindsaúde-RN estará arrecadando doações para as vítimas das chuvas em Mãe Luíza. O sindicato está promovendo uma campanha de solidariedade e pede doações principalmente de água potável, material de higiene pessoal e de limpeza, alimentos não perecíveis e fraldas infantis.

*Com informações do Sindsaúde-RN Estadual

Insalubridade da Educação


quinta-feira, 26 de junho de 2014

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Manifestações por todo o Brasil

NESTE DIA 12 DE JUNHO, PROTESTOS TOMAM CONTA DO PAÍS

Texto da CSP-Conlutas, com atualizações de manifestantes que se encontram nos protestos


A CSP-Conlutas e diversas entidades do movimento sindical e popular, assim como categorias de trabalhadores em luta, estão realizando atos neste dia 12 de junho na abertura da Copa do Mundo em várias capitais.

SÃO PAULO - Os manifestantes estavam concentrados na saída do Sindicato dos Metroviários desde às 10h, mas foram cercados pela cavalaria, que está atuando com repressão e bombas. Segundo informações de manifestantes que estão no local, o sindicato foi sitiado pela polícia, que está ameaçando invadir o local. Os manifestantes encontram-se no interior do prédio. A imprensa internacional também está cobrindo o ato. Além de denunciar os gastos com a Copa e cobrar investimentos nas áreas sociais, o protesto é solidário à luta dos metroviários e exige a reintegração dos 42 demitidos.

RIO DE JANEIRO – Cerca de 5 mil manifestantes tentam bloquear os dois sentidos da Av. Rio branco, principal avenida do Centro do Rio. Os manifestantes estão protestando também contra a repressão que está ocorrendo em São Paulo.

BRASÍLIA – Os manifestantes estão concentrados na rodoviária do Plano Piloto e o ato segue pacífico, com panfletagem, bandeiras, faixas e intervenções ao microfone.

BELO HORIZONTE – O protesto teve início por volta do meio dia e o clima é pacífico. Os manifestantes ainda estão chegando

MACEIÓ – Uma carreata saiu da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), na parte alta da capital, e seguiu em direção ao Centro de Maceió. Não há informações sobre repressão policial.

[Atualizado às 12h58]

O objetivo dos atos nas capitais é denunciar os gastos com a Copa em contraposição ao descaso com saúde, educação, transporte e moradia e outras políticas sociais.

“Estamos convivendo com o caos da saúde pública, o descaso com a educação, a precariedade do transporte e nos serviços públicos, nas três esferas, assim como a falta de moradia e de terra para plantar e produzir alimentos”, diz o dirigente da CSP-Conlutas Atnágoras Lopes.

O dirigente da CSP-Conlutas  denuncia que esse megaevento só beneficiou a Fifa, as patrocinadoras, as construtoras do ramo imobiliário, hoteleiro, de comunicação. “Enganam-se os que dizem que fazer críticas à Copa é ser contra o futebol ou contra o Brasil. Pelo contrário. O que o movimento denuncia e exige que se dê um fim ao beneficiamento à Fifa, grandes empresas e bancos e garanta recursos públicos para as áreas sociais”, reforça Atnágoras.

Outra bandeira levantada pelos manifestantes é a denúncia da criminalização dos movimentos sociais e das lutas. A presença da Forca Nacional de Segurança e o Exército Brasileiro a serviço da repressão das lutas populares e a instituição de uma legislação antidemocrática de Estado de Exceção que viola a democracia brasileira é considerada inaceitável. “Chegou-se ao ponto do prefeito de Natal (RN), Carlos Eduardo Alves, protocolar ação na Justiça proibindo passeatas e greves ou ainda a prisão e tortura do estudante de Direito da PUC-SP, Murilo Magalhães, quando apoiava a greve dos metroviários, isto é um absurdo”, lamenta Atnágoras.

Há capitais em que os protestos não serão no dia 12. Em Brasília, por exemplo, será no dia 15/06, em Natal (RN) no dia 16/06 e em Salvador (BA) acontecem vários protestos inclusive no dia 13/07.

As manifestações do dia 12 de junho:

A composição das atividades é regional, dependendo das categorias em luta de cada região.

São Paulo (SP) – Concentração às 10h, no Sindicato dos Metroviários. Rua Serra do Japi, 31 – Tatuapé.

Rio de Janeiro (RJ) – Concentração às 10h na Candelária, Centro.

Belo Horizonte (MG) – Concentração às 12h na Praça Sete, Centro.

Maceió (AL) – Protesto de diversas categorias em luta que se encontram por volta das 10h na Praça Sinimbú para manifestação unificada.

Aracajú (SE) – Haverá atividade de petroleiros na parte da manhã.

Fortaleza (CE) – Concentração na sede do Sindicato da Construção Civil, às 6h, com passeata e  ato na região da Beira Mar, centro hoteleiro da cidade. À tarde haverá ato unificado com sindicatos, categorias em greve e movimentos sociais.

Teresina (PI) – Concentração às 10h na avenida Frei Serafim, em frente ao Bom Preço.

São Luiz (MA) – Concentração às 7h na Praça Deodoro, em frente à Biblioteca Pública Estadual.

Belém (PA) – Concentração, às 9h, no Centro Arquitetônico de Nazaré.


Porto Alegre (RS) - Concentração às 12h, na esquina democrática, no Centro.

Recesso de junho

DEVIDO À COPA, PREFEITURA DE SÃO GONÇALO ALTERA CALENDÁRIO DE RECESSO DA EDUCAÇÃO

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante emitiu um Ofício Circular nesta terça-feira (10), informando às direções das escolas municipais que o recesso escolar junino foi alterado devido à realização da Copa do Mundo. Antes, o recesso seria de 12 a 30 de junho e agora irá até o dia 13 de julho. Ou seja, os servidores municipais da educação terão 1 mês de recesso.


Entretanto, o documento ainda informa que os 9 dias a mais deverão ser acrescidos no segundo semestre e que as escolas que estiveram em greve no começo do ano deverão apresentar novo calendário de reposição até o dia 18 de julho.

Confira o documento oficial:


Resultado da Eleição

CONFIRA O RESULTADO DO PROCESSO ELEITORAL PARA A DIRETORIA DO NÚCLEO DO SINDSAÚDE-RN DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE



Com 205 votos válidos, a chapa 1, “União, Resistência e Luta. Independente dos Governos”, foi eleita para a diretoria do núcleo do Sindsaúde-RN de São Gonçalo do Amarante. A chapa 1 foi a única a concorrer o pleito que, no total, contou com 208 votos, sendo 3 deles em branco.

A eleição ocorreu durante a terça-feira (10) e a quarta-feira (11), das 7h30 às 17h e contou com 1 urna fixa na sede do sindicato e mais 5 urnas volantes, que percorreram as unidades de saúde durante os dois dias. A apuração foi feita ainda na noite de quarta-feira pela comissão eleitoral. Em breve, a comissão eleitoral divulgará a ata final do processo.

A chapa “União, Resistência e Luta. Independente dos Governos” é formada pelos seguintes servidores da saúde:

Vivaldo Augusto Dantas Filho
Função: Técnico de Laboratório do Laboratório Central de SGA
Coordenador Geral

Maria de Fátima da Silva
Função: Agente de Saúde do PSF Regomoleiro
Secretária de Comunicação

Rita de Kássia de Araújo Alves
Função: Técnica de Enfermagem do Centro de Saúde de Santo Antônio
Secretária de Administração

Elineuza Maria da Silva
Função: Agente de Saúde do PSF Golandim III
Secretária de Finanças

Jôse Maria da Silva
Função: Técnica de Enfermagem do PSF de Novo Santo Antônio
Secretária Jurídica