terça-feira, 30 de agosto de 2016

Ponto Eletrônico

SINDSAÚDE-RN NÚCLEO DE SÃO GONÇALO PARTICIPA DE ASSEMBLEIA COM OUTRAS CATEGORIAS DA SAÚDE PARA DISCUTIR O PONTO ELETRÔNICO NAS UNIDADES 


No último dia 26 os servidores da saúde de São Gonçalo do Amarante se reuniram para mais uma assembleia histórica, que uniu grande parte das categorias para discutir a questão do ponto eletrônico nas unidades. 

Participaram da assembleia o Sindsaúde-RN Estadual e o núcleo de São Gonçalo do Amarante, o Sindicato dos Odontólogos, o Sindicato dos Farmacêuticos e o Sindicato dos Enfermeiros. Além disso, foram convidados o Sindicato dos Médicos e as seguintes autoridades: Dr. Odinei Draeger, Juiz da 1ª Vara Cível de SGA; a promotora de Justiça Dra. Rosane Moreno, do Ministério Público; o secretário municipal de saúde, Jalmir Simões; e o Procurador do Município, Dr. Polion Torres, além da Câmara Municipal da cidade. 

Nenhum desses representantes compareceu para ouvir as categorias ou apontar esclarecimentos ou possíveis soluções. O que é uma pena. Apenas o vereador Raimundo Mendes, presidente da Câmara Municipal, se fez presente já ao final da reunião e deixou o local apenas com a promessa de conversar com o prefeito sobre o problema do ponto eletrônico. 

As categorias querem esclarecimentos sobre a implantação do ponto. Muitos já recebem avisos e até ameaças de que terão seus pontos cortados caso não cadastrem suas digitais nos próximos dias. Entretanto, a Secretaria Municipal de Saúde ainda não informou quais são as normas do ponto e suas particularidades. Querem que os servidores aceitem goela abaixo sem dialogar e nem mesmo informar como pretendem gerenciar casos específicos como possíveis atrasos, banco de horas ou jornadas diferentes de trabalho.  

"A prefeitura trata o ponto eletrônico como chicote. Não utilizam como instrumento de gestão, mas de tirania. Cadê que colocam ponto eletrônico para o prefeito ou vereador? O Ministério Público, que deveria ser o guardião da população, não inclui o trabalhador no debate. Isso só nos traz um sentimento de indignação  e serve pra gente perceber que a justiça não vai resolver nossos problemas", afirmou em sua fala Pablo Renoir, representante do Sindicato dos Farmacêuticos. 

Segundo a assessoria jurídica do Sindicato dos Odontólogos, qualquer implementação de ponto eletrônico precisa ser regulamentado. Os trabalhadores têm dúvidas que precisam ser tiradas e qualquer boicote ao ponto precisa ser legalizado em assembleias ordinárias. "Não é justa a implantação de um sistema que os usuários nem sabem usar", acrescentou. 

Dessa forma, a assembleia deliberou que nenhum servidor deve cadastrar sua digital no programa de ponto eletrônico até que as dúvidas sejam esclarecidas. "Nós não estamos dizendo que somos contra o ponto eletrônico, mas estamos exigindo que nossas dúvidas sejam esclarecidas e que haja diálogo com os servidores", acrescentou Vivaldo Júnior, diretor do Sindsaúde-RN núcleo de SGA. 
Uma assembleia ordinária para a confirmação do boicote ao ponto está marcada para o próximo dia 5 de setembro, segunda-feira, ao meio dia, e é imprescindível que todos os servidores da saúde participem! Também foi aprovada uma ida até à Secretaria Municipal de Saúde para solicitar uma audiência com o secretário de saúde e uma nota de repúdio às arbitrariedades da prefeitura.

Veja mais fotos da assembleia:
















Prestação de Contas da Saúde

SINDSAÚDE-RN NÚCLEO DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE APRESENTA A PRESTAÇÃO DE CONTAS DE JUNHO DE 2016. CONFIRA:


Atendimento Jurídico




Assembleia da Educação


quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Café de Classe


Assembleia da Saúde

ASSEMBLEIA UNIFICADA DA SAÚDE DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE ACONTECE NESTA SEXTA-FEIRA, 26 DE AGOSTO

Os servidores da saúde de São Gonçalo do Amarante irão se reunir em assembleia na próxima sexta-feira, 26 de agosto, ao meio dia (12h), para discutir o ponto eletrônico nas unidades de saúde. A assembleia será unificada junto ao Sindicato dos Enfermeiros, dos Odontólogos, dos Médicos e dos Farmacêuticos, além é claro do Sindsaúde-RN, núcleo de São Gonçalo do Amarante.

Esperamos a participação de todos os servidores da saúde! Compareçam!


terça-feira, 9 de agosto de 2016

Debate Político com candidatos à prefeitura

SINTE-RN E SINDSAÚDE-RN NÚCLEOS DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE CONVOCAM CANDIDATOS À PREFEITURA PARA DEBATE SOBRE EDUCAÇÃO E SAÚDE

Os 4 candidatos já foram convidados a participar do debate que será no dia 23 de setembro


No dia 16 de agosto começa efetivamente os 45 dias de campanha eleitoral para as eleições municipais de 2016 e 4 candidatos estão na disputa à prefeito de São Gonçalo do Amarante. O Sinte-RN e o Sindsaúde-RN, núcleos de São Gonçalo do Amarante, convocam os candidatos para debater os problemas da Saúde e da Educação do município no dia 23 de setembro, às 14h, no teatro Municipal de São Gonçalo.

Os candidatos terão a oportunidade de defender suas propostas para resolver problemas que a atual gestão não teve competência para solucionar, como o caos na estrutura física das escolas, a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores municipais, a implantação da gestão democrática nas escolas e unidades de saúde, a realização de concursos públicos para preencher vagas necessárias na Saúde e na Educação e a situação do IPREV – Instituto de Previdência que cuida da aposentadoria dos servidores, entre outros temas.

Na cidade de São Gonçalo do Amarante, RN, 61 mil eleitores devem ir às urnas. As abstenções são estimadas em 20% do total de votantes. A cidade possui cerca de 110 mil habitantes.

São quatro chapas que disputam a prefeitura da cidade. Conheça cada um deles.

Paulo Emídio é candidato a prefeito pelo PR, com o vice, Eraldo Paiva do PT. Emídio foi secretário de habitação e regularização fundiária, exerceu o cargo de secretário de finanças e foi gestor público estadual. Em São Fernando, RN, foi prefeito por dois mandatos.

Josi Gonçalves é jornalista, presidente municipal do PEN. O vice dela é o professor Josué Antão. A coligação deles é a “Nova Oposição”, composta pelos partidos REDE, PSOL, PEN.

Poti Neto, atual vice-prefeito, advogado, publicitário também é candidato a prefeitura de São Gonçalo, com a professora e assistente social, Tereza Fernandes de vice.

O vereador João Maria Barão, também disputa prefeitura com César Verissimo.

Cada coligação apresenta também seus candidatos a vereador. No total estima-se que mais de 200 vereadores devem participar das eleições.

A justiça eleitoral divulga até o dia 15 de agosto, chapas e candidaturas impugnadas.


*Com informações do portal FalaRN

Assembleia da Educação Estadual

TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA REDE ESTADUAL REÚNEM-SE EM ASSEMBLEIA NO DIA 12


Os trabalhadores em educação da rede estadual de ensino vão se reunir em uma nova assembleia da categoria. A assembleia acontece no dia 12 de agosto, a partir das 8h, na ASSEN.

Em pauta a Campanha Salarial, o calendário de pagamento (ativos e aposentados), a revisão do Plano de Carreira e a gestão democrática.

Manifestação


Após a assembleia acontecerá uma manifestação contra os ataques do governo Temer à educação pública. A concentração será na ASSEN, onde os trabalhadores em educação sairão em caminhada às 10h, em direção a praça cívica. Sindicatos ligados a educação e movimentos sociais também deverão participar da atividade.

Fonte: Sinte-RN Estadual

Dia de Luta pela Educação

DIA NACIONAL DE LUTA EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA E GRATUITA


A Coordenação Nacional das Entidades em Defesa da Educação Pública e Gratuita, seguindo as deliberações do II ENE, faz um chamado para o Dia Nacional em Defesa da Educação Pública, que ocorrerá em 11 de agosto de 2016.

O 11 de agosto, Dia do Estudante, foi escolhido para marcar também o Dia Nacional de Luta em defesa da Educação Pública e Gratuita. A data foi decidida no II Encontro Nacional de Educação, realizado em junho em Brasília (DF). Nesse dia, atos, debates e manifestações devem ocorrer nos estados.

– Fora Temer
– Por uma Escola sem Mordaça

– Contra a redução de verbas da educação e a privatização do ensino

domingo, 31 de julho de 2016

Café de Classe cancelado

DEVIDO À INSEGURANÇA NO RN, EVENTO CAFÉ DE CLASSE ESTÁ CANCELADO E SEDE DO SINDICATO NÁO FUNCIONARÁ NESTA SEGUNDA-FEIRA, DIA 1º DE AGOSTO


Informamos que o evento CAFÉ DE CLASSE, que estava marcado para ocorrer nesta segunda-feira, 1 de agosto, na Escola Maria da Cruz, está cancelado devido aos últimos acontecimentos e ataques sofridos pelo RN. A atividade será remarcada assim que possível.
Pedimos a compreensão das companheiras e dos companheiros, mas entendemos que é necessário tomar essa medida para garantir a integridade física e a segurança de todos nós, pois a insegurança no momento está em níveis alarmantes.

Informamos também que a sede do sindicato permanecerá fechada durante esta segunda-feira. Não haverá funcionamento na sede do sindicato.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Escola sem Mordaça!

SENADO ABRE CONSULTA PÚBLICA SOBRE O PROJETO LEI ESCOLA SEM PARTIDO. CSP-CONLUTAS ORIENTA MILITÂNCIA A VOTAR CONTRA!



O portal e-Cidadania, do Senado Federal, abriu consulta pública sobre o Programa Escola Sem Partido. É importante que a militância ligada à Central vote contra esse projeto que é uma tentativa de cercear a liberdade pedagógica na condução educação no país.

Também está embutido neste projeto o fortalecimento da ideologia de direita no ensino brasileiro.

A CSP-Conlutas formou junto com outras entidades a frente “Escola Sem Mordaça” para barrar esse projeto. Esse fórum pode ajuda defender a Educação Pública e votar contra esse absurdo.

No lançamento da frente David Lobão, dirigente nacional da CSP-Conlutas, destacou que projetos desse tipo cometem um atentado contra a educação, contra o processo de ensino e aprendizagem e qualquer esboço de uma educação crítica. “Instaura um terror em sala de aula, uma constante vigilância contra o educador. Não somos reprodutores de conhecimento, até por que o conhecimento não está pronto. A sala de aula deve ser espaço de debate de ideias, acúmulo de opinião. Por uma educação que ensine a pensar e nunca a obedecer”, declarou.

De autoria do senador Magno Malta, o projeto prevê vedar, em sala de aula, “a prática de doutrinação política e ideológica bem como a veiculação de conteúdos ou a realização de atividades que possam estar em conflito com as convicções religiosas ou morais dos pais ou responsáveis pelos estudantes”.

A Associação Escola sem Partido é um grupo liderado pelo advogado Miguel Nagib. Uma de suas iniciativas é a divulgação de anteprojetos de lei estadual e municipal, que buscam legislar sobre o que é ou não permitido ao professor debater dentro de sala de aula.

Vamos Barrar! Vote contra!


Vote contra o Projeto Escola sem Partido clicando aqui ou na imagem!

Assembleia do Sinte-RN Estadual

TRABALHADORES(AS) EM EDUCAÇÃO DO ESTADO REÚNEM-SE EM ASSEMBLEIA NO DIA 1° DE AGOSTO



O SINTE-RN Estadual está convocando os(as) trabalhadores(as) em educação do Estado para mais uma assembleia da categoria.
A assembleia acontece no dia 1º de agosto, às 14h, na Escola Estadual Winston Churchill.

Estará em pauta as seguintes demandas:
- Campanha Salarial;
- Calendário de pagamento (ativos e aposentados);
- Revisão do Plano de Carreira;
- Gestão Democrática.


Fonte: Sinte-RN Estadual

Mudança no horário do Sindsaúde-RN

MUDANÇA NO HORÁRIO DE ATENDIMENTO DO SINDSAÚDE-RN ESTADUAL

No último dia 20 de julho, o Sindsaúde-RN Estadual, localizado nas proximidades do viaduto do Baldo, em Natal, foi vítima de um assalto. Por sorte, os assaltantes foram detidos pela polícia ainda no Baldo. Porém, devido ao ocorrido, as medidas preventivas estão sendo tomadas para buscar garantir a segurança de funcionários e sócios. Dessa forma, desde segunda-feira (25) o Sindsaúde está funcionando das 8h às 17h.


Instalação de câmeras e porta de segurança estão sendo providenciadas. Os atendimentos jurídicos acontecerão normalmente.

Greve da Saúde em Parnamirim

SERVIDORES DA SAÚDE DE PARNAMIRIM ENTRAM EM GREVE NESTA QUARTA-FEIRA (27)


Os servidores da saúde de Parnamirim paralisarão suas atividades por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira, 27 de julho. A greve foi aprovada no último dia 20, em assembleia realizada em frente à Maternidade Divino Amor.

A greve traz reivindicações antigas como a criação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), prometido pelo prefeito Maurício Marques desde dezembro de 2012, a realização de concurso público para a área da saúde e o pagamento em dia de trabalhadores temporários. Parnamirim é uma das poucas cidades do estado a não ter um PCCS da saúde. Após as greves de 2013 e 2014 e da mediação do Ministério Público, a prefeitura preparou uma proposta de Plano de Cargos, mas que não foi implantada.

No primeiro dia de greve, os servidores irão realizar ato público e caminhada próximos a Maternidade. As atividades de mobilização, conscientização da população e dos trabalhadores da saúde serão realizadas todas as semanas, em defesa da saúde pública de qualidade.


Fonte: Sindsaúde-RN Estadual